Estado de Goiás

TEORIA DO CONHECIMENTO E MÉTODOS DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA  

 

Disciplina: Teoria do Conhecimento e Métodos da Investigação Científica

Nível: Mestrado Acadêmico

Obrigatória: Sim

Área(s) de Concentração: Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional

Carga horária: 60h              

Crédito: 4                 

Modalidade: semestral

Professores: Marta de Paiva Macêdo

 

Ementa: Conhecimento, filosofia e ciência. A constituição da Teoria do Conhecimento na era moderna. Ciência, discurso científico e educação na contemporaneidade. Aspectos teóricos e metodológicos do processo de investigação científica. Ética e integridade na prática da pesquisa.

 

Referências

BACON, F. Novum Organum ou Verdadeiras Indicações Acerca da Interpretação da Natureza. São Paulo: Abril Cultural, 1972. Tradução de José Aluysio Reis de Andrade.

BOTH, W; COLOMB, G; WILLIAMS, J. A Arte da Pesquisa. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005. Tradução de Henrique A. Rego Monteiro.

FOUCAULT, M. As Palavras e as Coisas. São Paulo: Martins Fontes, 1995. Tradução de Luiz Felipe Beata Neves.

GADAMER, H. Verdade e Método. Traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Petrópolis: Vozes, 2002. Tradução de Márcia Sá Cavalcante Schuback.

HESSEN, J. Teoria do Conhecimento. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003. Tradução de João Vergílio. G. Cuter.

HORKHEIMER, M. Eclipse da Razão. São Paulo: Centauro, 2000. Tradução Sebastião Uchoa Leite.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia Científica. 3 ed. São Paulo: Atlas, 2000.

MASCARENHAS, A. C. B. Questões com as quais a educação precisa muito se preocupar: as relações entre ciência, poder e ideologia, Educativa Revista do Departamento de Educação da UCG, Goiânia, v. 6, n. 1, p. 57 - 70, 2003.

MARX, K. Contribuição à crítica da economia política. São Paulo: Martins Fontes, 1983. Tradução Maria Helena Barreiro Alves.

MATOS, J. C. M. Instinto e razão na natureza humana, segundo Hume e Darwin. Scientae Studia, São Paulo, v. 5, n. 3, p. 263-86, 2007.

MEUCCI, A. O papel do habitus na teoria do conhecimento: entre Aristóteles, Descartes, Hume, Kant e Bourdieu. 2010. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: . Acesso em: 14 mai. 2012.

OLIVA, A. Teoria do conhecimento. São Paulo: Zahar, 2011.

POMBO, O. Práticas Interdisciplinares. Sociologias, Porto Alegre, v. 8, n. 15, p. 208-249, 2006.

SILVA, S. Modernidade, Pós-modernidade e Educação no Contexto do Capitalismo Tardio. 2010. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade Federal do Paraná, 2010. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp150014.pdf. Acesso em 13 mai. 2012.

SIQUEIRA, J. E. et al. (Org.). Ética, ciência e responsabilidade. São Paulo: Centro Universitário São Camilo: Loyola, 2005.

TEIXEIRA, E. As três metodologias: acadêmica, da ciência e da pesquisa. 7 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.